Blog

Diferença entre a Musculação tradicional e o Treinamento Funcional


DIFERENÇA DA MUSCULAÇÃO TRADICIONAL PARA O TREINAMENTO FUNCIONAL


Séries, repetições, intervalo de descanso, grupamento muscular, quantidade de dias na semana, qual músculo trabalhar ou trabalho corpo inteiro, dúvidas frequentes para praticantes de exercícios físicos. Mas afinal, qual a diferença entre a musculação tradicional para o Treinamento Funcional?


A utilização de sobrecarga para a melhora do condicionamento físico geral é muito antiga e ambos os sistemas geram respostas fisiológicas positivas para o corpo. A musculação tradicional utiliza maquinários específicos para cada tipo de movimento e grupamento muscular, fracionando e isolando o gesto motor. O aluno passa por um período de treinamento chamado de adaptação, geralmente de 15 a 30 dias, que consiste na fase inicial de treino, ocorrendo a distribuição de estímulos em grupamentos musculares distintos, ocasionando menos stress ao corpo de forma geral. Passado este período inicial e com a prática regular ocorre uma evolução natural de adaptação aos estímulos. Pronto, chegou a hora de mudar o treino! Sequencialmente ocorre a necessidade de aumentar os estímulos para que ocorra um reajuste do sistema orgânico. Nesta fase fracionar os estímulos para cada dia de treino, tradicionalmente chamado treino A – B, A-B-C, ou até mesmo A-B-C-D, com duração entre 4 à 12 semanas priorizando estímulo e descanso entre os treinos. Do ponto de vista fisiológico concordo com este sistema, porém defendo que um corpo não é constituído somente de fisiologia muscular! Pensar que o aluno vai realizar durante semanas a mesma rotina de treinos, com as mesmas máquinas, até que sem elas torna-se algo totalmente desmotivante psicologicamente, concordam?


Atualmente a taxa de retenção de alunos em academias tradicionais é baixíssima, entre 2 à 5 meses. Isso mostra que a retenção está mais ligada ao pacote ou plano de atividades diversas que o aluno vai aderir do que necessariamente ao treino que ele vai realizar, ficando a cargo do professor de sala elaborar as famosas séries mirabolantes de musculação visando a motivação psicológica, mesmo com todas as explicações fisiológicas em torno do treinamento. Diante deste cenário e levando em consideração que a maioria da população praticante são pessoas normais que trabalham, estudam, tem família, filhos, etc, buscam através da prática de exercícios físicos regulares a melhora da saúde e qualidade de vida é que o Treinamento Funcional atualmente destaca-se como um método de treino de grande sucesso mundial para atletas e não atletas.


Criado nos Estados Unidos, o Treinamento Funcional tem como fundamento estimular o organismo de maneira integral, através do centro corporal, chamado CORE, que compõem os grupamentos musculares do tronco e cintura pélvica. São utilizados padrões fundamentais do movimento humano (como empurrar, puxar, agachar, girar, lançar, dentre outros), desenvolvendo a integração do corpo para um movimento específico em diferentes planos. As sessões de treinos são motivantes porquê a infinidade de movimentos possibilita a cada treino ser uma sessão diferente, fazendo com que não se instale aquela monotonia de treinos, frequentemente visto na musculação tradicional, permitindo o aluno se conhecer de forma integral, explorando seus limites a cada treino.  


Venha conhecer a Box Funcional, faça até 3 dias consecutivos de aulas experimentais e conheça na prática o que o Treinamento Funcional pode fazer por você.


Box Funcional

(47) 32320475

www.boxfuncional.com


Leia também